Posando de Chef

Ontem foi Natal e eu fiz uma saladinha de entrada, que fez sucesso não só em casa, mas também no facebook. Então vou dar a dica de como preparar. Eu usei uma massa de strudel, uma massa beeem fininha. Não é exatamente uma massa folhada, mas acho que dá pra fazer com massa folhada também, sem problemas.

Essa massa vem em folhas. Eu peguei 3 folhas de uma vez e cortei em quatro partes. E aí encaixei cuidadosamente (porque senão rasga) em uma forma para muffins. Eu tenho uma forma para 12 muffins. E aí eu encaixei as cestinhas deixando espacos entre elas. Pincelei levemente com manteiga derretida e levei para assar em forno pre-aquecido a 180 graus até ficarem levemente douradas (não contei o tempo!)

preparando_cestinhas

Daí é só desenformar e rechear com a salada. Dá um efeito bem bonito, agora na hora de comer, faz uma bagunca 🙂

chefcestinhas_prontas

 

 

 

Mousse de três chocolates

Amanhã é Natal e aqui vai rolar Mousse de chocolate de sobremesa. Como é uma receita um pouco trabalhosa, fiz  hoje para não ter muito stress amanhã. Na verdade, o trabalho maior é porque tem que separar tudo em três, já que a idéia é fazer camadas com os diferentes chocolates. Essa receita é de um livro que minha sogra me deu, só com receitas com chocolate. É a terceira vez que faço. Apesar do trabalho, acho que tem um visual bem bonito. Vamos à receita:

receita_mousse

Ingredientes

  • 3 ovos
  • 300 ml de leite
  • 300ml de creme de leite fresco
  • 50g de açúcar cristal
  • 1 pacote de gelatina em pó sem sabor (0u 6 folhas )
  • 1 colher (chá) de maizena
  • 75g de chocolate branco
  • 75g de chocolate ao leite
  • 75g de chocolate amargo
  • chocolate sem sabor

Modo de preparo

  • Separe as gemas das claras e ponha cada clara em uma vasilha diferente
  • Em uma tigela, misture bem as gemas, o açúcar e a maizena e reserve
  • Leve o leite ao fogo mexendo sempre até ferver. Depois, adicione o leite aos poucos à mistura de ovos. Mexa muito bem enquanto vai despejando o leite, para evitar que as gemas cozinhem. Em seguida, coloque a tigela em banho maria e mexa bem ( a receita aqui dizia até engrossar, mas não consegui que engrossasse, então mexi por uns 15 minutos)
  • Misture a gelatina em 3 colheres de água e deixe descansar por 5 min. Em seguida, leve para dissolver em banho maria. Uma vez dissolvida, junte três colheres do creme e mexa até incorporar bem e em seguida transfira tudo para a mistura de leite e deixe esfriar.
  • Bata o creme de leite até ficar em ponto de chantily. Em seguida, misture ao creme. Divida o creme em três porções. O creme rende aprox. 900ml.
  • Agora, chegou a hora de começar a montar.
  • Derreta o chocolate amargo em banho maria e misture a 1/3 do creme. Em seguida, bata 1 clara em neve (pico firme). Incorpore a clara ao creme e distribua em taças ou em uma forma de bolo inglês forrada com filme plástico e leve a geladeira por 20min ou até que esteja firme
  • Aproveite o tempo de geladeira, para ir lavando as vasilhas, hélices da batedeira, etc.
  • Faça o mesmo procedimento agora com o chocolate branco e em seguida com chocolate ao leite.
  • Está pronta! Agora é só decorar com umas raspinhas de chocolate (caso você tenha colocado em taças) ou desenformar e decorar.

 

Resultado:

mousse_pronta

Observações:

  • A receita demorou  umas 2 horas e meia para ficar pronta, com umas pausas no meio.
  • A receita aqui rendeu 5 taças (de martini) e 4 copinhos pequenos. Da outra vez, fiz numa forma pequena de bolo inglês.

Farofa para o Natal

Há  duas semanas fizemos uma confraternização de natal brasileira, que já virou uma tradição aqui em casa. Já estamos no quarto ano! Entre outras coisas, preparei uma farofa que aprendi com a mãe de uma amiga minha. Se alguém estiver querendo receita de última hora para o Natal, aqui está! Recomendadíssima!

Ingredientes

  • 1 pacote de pão de forma
  • Manteiga
  • 1 cebola
  • 1 pacote (50g) de queijo ralado (pode colocar mais se quiser!)
  • 1 pacote de mix de nozes (castanha, amêndoas, amendoim, etc.)
  • passas (a receita original era com cramberries secas)
  • 3 xícaras de sucrilhos (sem açúcar)
  • alho seco e orégano
  • Sal e pimenta a gosto

 

Modo de preparo

Aqui vou explicar como fiz. Eu primeiro preparei separadamente cada ingrediente e processei separadamente, depois fiz a farofa propriamente dita. Aqui estão os passos que usei:

  • Corte o pão em cubinhos pequenos e leve ao forno em um tabuleiro forrado com papel manteiga para tostarem até ficarem crocantes – no meu forno, aproximadamente 5 minutos a 180 graus. Quando tostarem e esfriarem um pouco, amasse bem com as mãos para triturá-los levemente e reserve.pao_amassado
  • Triture o mix de nozes levemente no liquidificador usando a tecla pulsar
  • Triture as passas levemente  no liquidificador
  • Amasse os sucrilhos com as mãos para quebrá-los levemente

A idéia é que cada ingrediente esteja triturado apenas levemente, só o suficiente para misturar tudo numa farofa, mas deve ser possível identificar todos eles

  • Refogue a cebola na manteiga e tempere com pimenta, sal, o alho e o orégano.
  • Adicione o pão e mexa bem por aproximadamente três minutos, de forma que pegue um pouco do sabor.
  • Acrescente o mix de nozes e as passas, o queijo ralado e misture tudo muito bem. Espere esfriar e misture os sucrilhos.

É simplesmente deliciosa!

farofa

Fazendo o famoso Lebkuchen

Ontem participei de uma rodada de preparativos para a festinha de Natal da creche de Alicia. Aqui toda festinha é bem “mão na massa”: os pais ajudam a montar as coisas, fazem as comidas, etc. Além disso, sempre tem algum tipo de ação para arrecadar dinheiro pra creche, que é usado para comprar mais brinquedos, livros, reparar alguma coisa, etc. Gosto muito desse engajamento e me envolvo sempre que possível.  Ontem fomos preparar alguns biscoitos e outras coisinhas para serem vendidas na festinha.  Fizemos, entre outras coisas, Lebkuchen. Esse é um biscoito/bolo que é bem famoso aqui na Alemanha e é parecido com o Gingerbread americano.

Eles aparecem de várias formas. No natal, é comum termos os homenzinhos casinhas, durante a Oktoberfest, é bem comum encontrá-los em forma de coração com mensagens diversas.

Aqui estão os que fizemos ontem. Esses serão para distribuir entre as crianças e seus irmãos.

lebkuchenmaenner_fertig

Como eu nunca tinha feito esse biscoito antes, eu fiz o teste em casa e gostei muito e olha que nem sou muito fã desse biscoito. Aqui está a receita que eu usei.

Ingredientes

  • 250g de farinha de trigo
  • 125g de mel
  • 75g de açúcar demerara
  • 60g de manteiga
  • 1 gema
  • 1 colher (chá) de cacau em pó
  • 2 colheres de mistura para Lebkuchen (não sei o que seria o substituto no Brasil :(, mas é uma mistura de canela, anis, cravo, erva-doce, noz moscada, e outros ingredientes )
  • 1 pitada de sal
  • 2 colheres (chá) de fermento em pó

Modo de preparo

  • Misture os ingredientes secos (exceto o açúcar) e reserve.
  • Em uma panela, misture o mel, a manteiga e o açúcar e leve ao fogo médio até a manteiga derreter e tudo se incorporar. Deixe esfriar.
  • Quando a mistura estiver esfriado (pode estar um pouco morna), junte aos elementos secos e comece a misturar. Acrescente a gema e vá sovando a massa até estar tudo bem ligado – essa massa não gruda nas mãos.
  • Cubra com plástico filme e deixe passar a noite na geladeira.
  • No outro dia, abra a massa e corte os biscoitos. Se quiser, pode adicionar nozes ou pistache antes de por no forno.
  • Asse em forno pré-aquecido a 175°C por apróximadamente 10 minutos
  • Espere esfriar para terminar de decorar

 

Observações:

  • A receita original dizia 15, mas eu tirei com 13 minutos e já estavam bem duros. Quando fizemos na creche, usamos 10 minutos e ficou ótimo.
  • A receita diz para pincelar os biscoitos com creme de leite fresco antes e depois de assar. Eu esqueci de pincelar antes na primeira fornada, mas na segunda eu pincelei. Achei que ficou melhor sem pincelar antes. Pincelei logo depois que saíram do forno e achei que ficou bom.
  • Eu acho que dá pra pincelar com leite, embora não tenha testado.
  • O cheiro dessa mistura para Lebkuchen lembra muito o do bolo de pé-de-moleque nordestino.

Veredito: Muito bom!

Dica de presente: Livro personalizado

Aqui em casa, lemos para Alicia todos os dias, desde que ela tinha aproximadamente 1 ano e meio. Ela acabou virando uma “leitora”, já sabe vários livros de cór. Aí ela os folheia enquanto “lê” para a gente. É incrível que ela em geral sabe exatamente que texto corresponde a que página ( e quando não sabe, ela pergunta: “mamãe, já pode passar a página?”.

Pois bem, gostamos de estimular a leitura e volta e meia a presenteamos com livros. Ano passado, eu vi no Facebook o Lost my Name e encomendei um livrinho pra ela. Achei a idéia massa:  O livrinho tem uma historinha que é customizada de acordo com o nome da criança. Alicia achou o máximo que a menina do livro tinha o mesmo nome que ela.

Aí, um dia desses, vi na TV um comercial de outro site que faz livros personalizados. Gostei muito desse site porque as historinhas são com personagens conhecidos e são customizadas com bem mais informações do que o nome (cabelos dos personagens, roupa, nome do bichinho de estimação, etc.). Pedi um para Alicia e adorei o nível de customização. Além disso, o livro chegou bem antes do prazo determinado. Alicia vai ganhar no dia de Nikolaus (6/12),  portanto, ainda não sei o que ela vai achar, mas eu já adorei o livro.

O site é o Framily. O livro é bem mais caro do que os livros regulares dos personagens, mas que criança não iria adorar ganhar um livrinho com uma historinha feita só para ela?! Olha só que legal:

 

livro_personalizado
Livrinho de Alicia

 

Como achei a idéia massa, queria também para Alicia um livrinho em português, e dei uma procurada. Ainda não pedi, mas achei um site bem legal.  E esse ainda tem a vantagem de que você pode criar uma coleção: Your Story.

Bom, só queria compartilhar essa sugestão de presente, pois eu achei massa.

Natal na Alemanha: Advento

Bem, essa não é exatamente uma tradição alemã, mas cristã. De toda forma, o advento é mais celebrado aqui do que no Brasil.

Da Wikipedia:

O Advento (do latim Adventus: “chegada”, do verbo Advenire: “chegar a”) é o primeiro tempo do Ano litúrgico, o qual antecede o Natal. Para os cristãos, é um tempo de preparação e alegria, de expectativa, onde os fiéis, esperando o Nascimento de Jesus Cristo, vivem o arrependimento e promovem a fraternidade e a Paz. No calendário religioso este tempo corresponde às quatro semanas que antecedem o Natal.

Aqui, nesse período do advento praticamente em todas as casas tem uma coroa do advento (Adventskranz). Você encontra em tudo quanto é supermercado, loja de decoração coroas já prontas ou o material para fazê-las. As mais tradicionais são como esta aqui:

adventskranz
Adventskranz (Imagem: Pinterest)

Essa coroa é cheia de simbolismos (no artigo da Wikipedia explica tudo). O mais forte deles, entretanto, são as velas. Existem versões que usam apenas as velas. Esse ano, assim como ano passado, eu optei por uma versão só com velas. A daqui de casa esse ano ficou assim:

adventskranz_2016

A cada domingo do advento, uma vela é acesa. Ontem foi o primeiro advento, então acendemos a primeira vela. Próximo domingo, acenderemos a de ontem e a segunda, até o quarto advento, em que todas as velas são acesas.  Aqui em casa, aproveitamos a hora do café, para acender a vela e comer os biscoitos que fizemos.

Sandmoppen

Esta é a receita do meu biscoito preferido, receita da minha sogra. Delícia demais e a massa ainda é super fácil de trabalhar.

Ingredientes:

  • 100g de farinha de trigo
  • 100g de maizena (Mondamin)
  • 125g de manteiga gelada
  • 50g de açúcar impalpável (Puderzucker)
  • 1/2 pacote de açúcar de baunilha (Vanilinzucker)

Modo de preparo

Corte a manteiga em cubinhos. Misture aos ingredientes secos e vá trabalhando a massa até tudo estar incorporado. Molde os biscoitos e asse em forno pré-aquecido a 180 graus por 15 minutos.

Observações:

O forno precisa estar quente quando for colocar os biscoitos

Após 15 minutos, os biscoitos ainda não estarão firmes. É assim mesmo.  Tire do forno e espere esfriar. Isso vale pra quase toda receita de biscoito. Se você esperar ele endurecer no forno, no final vai ficar muito duro na hora de comer!

Veredito: Delícia!

 

 

Natal na Alemanha: Biscoitos

Outra tradição natalina aqui na Alemanha é a de fazer biscoitos. Uma tradição deliciosa, diga-se de passagem. Tem até nome especial para os biscoitos. Biscoito normalmente se chama Keks, mas os biscoitos de natal são chamados de Plätzchen ou Gebäck. Eu diferencio assim: se é biscoito de pacote, tipo oreo, se chama Keks, mas se são esses feitos em casa, então é Plätzchen. O nome completo é Weihnachtsplätzchen (claro que tinha que ser um nome grande, né?).

Voltando à tradição, nessa época, os supermercados se enchem de cortadores, fondant, enfeites de todo o tipo, misturas prontas e todo tipo de acessórios para biscoitos. Por sua vez, as mamães e vovós vão buscar suas mais tradicionais receitas e começar a preparar várias ( e quando eu digo várias é várias mesmo, tipo 10-15) fornadas de biscoito, entre receitas tradicionais e novas. Muitas adoram experimentar novos sabores. Minha sogra faz sempre várias receitas diferentes, mesmo quando a gente diz que quer só uns 3 ou 4 tipos, lá vem ela com uns 10!

A coisa legal dessa tradição, é que as crianças são envolvidas no processo. É um momento familiar muito legal. Alicia, por exemplo, adora. Eu estou atrasada com isso. Comecei ontem – o ideal é ter biscoitos já para o primeiro advento ( vou falar disso em outro post), que já é semana que vem. Minha sogra já está lá a todo vapor. Quando ela trouxer os biscoitos, eu vou atualizar as fotos aqui.

 

 

Natal na Alemanha: Calendário do advento

O Natal está chegando e com ele, um monte de tradições aqui na Alemanha. Uma tradição bem legal é a do calendário do advento (Adventskalender), que é basicamente um contador para os 24 dias que antecedem o Natal (leia mais na Wikipedia). O calendário do advento originou-se com um simples risco de giz na porta e hoje em dia existe nos mais diversos formatos e para os mais diversos gostos.

O mais comum é o que vem com  chocolates, em que você tem uma caixinha com 24 janelinhas e a cada dia você abre uma e tem um chocolatinho. Mas existe calendário dos mais diversos tipos: de chá, de cosméticos, de cerveja – afinal estamos na Alemanha –  e, pasmem, até de brinquedos eróticos!

Além dos já prontos, existe os “semi-prontos”. Esses foram os que eu adotei nos últimos anos. Alguns têm formatos de botinhas, outros são várias caixinhas, etc. Você encontra uma variedade enorme deles por aqui. Aí basta você preencher com alguma coisa. O bom é que dá para variar, pode colocar chocolate, biscoito, algum presentinho. Para Alicia, além dos doces, eu coloquei acessórios para cabelo, anéis, cola, fita adesiva colorida, etc.  Você pode já preencher todos os dias com surpresas ou ir colocando a medida que os dias vão passando. Aqui todo dia, logo antes do café, é hora de ir ver o que tem no calendário. Eu acho bem legal, pois vai criando uma expectativa em torno do Natal.

AdventsKalender_Alicia.png
Alicia verificando o seu Calendário do Advento

Muitas mães são ainda mais tradicionais e fazem elas mesmas os calendários. As lojas de artesanato( e algumas de decoração) vendem adesivos, sacolinhas, barbantes, pregadores, caixinhas, enfim, tudo o que você possa precisar pra fazer  o seu.

Acho que mesmo que não seja uma tradição no Brasil, dá pra fazer. Se você tem filhos, vale a pena tentar. A Dani Vasconcelos, do Ricota não derrete. até fez nesse vídeo (aliás, toda essa decoração ficou bem legal):

Eu estou um pouco empolgada e estou pensando em fazer um do zero este ano. Vamos ver se consigo.

 

Planejando uma festa (parte 2)

Esse post é uma continuação. Para ver o primeiro, clique aqui.

Eu falei no post anterior, sobre por a mao na massa, mas esqueci de um passo importante. Depois de colher referências e decidir o que vai querer, é importante dividir as coisas entre o que você mesma vai fazer, o que você vai comprar, o que pode delegar e o que você pode pedir emprestado.

Mesmo que você tenha uma silhouette (máquina de cortar) e possa fazer muitas coisas com ela, tem coisas que é melhor comprar. Um exemplo: saia para cupcake.  É possível achá-las a preços bem em conta e sai mais barato do que comprar o papel e ir cortanto 1,2 por vez na máquina. Dica: procure sempre no AliExpress antes!

Outro exemplo: para o aniversário de Alicia deste ano, cujo tema era Cinderela, eu queria fazer uns colares com um pingente de sapatinho para dar de lembrancinha. Aí, fui procurar o material para fazer  colar. Aqui, pelo menos, ia sair bem carinho. Daí procurei no Etsy, que é outro site que vende muito artesanato ( similares: no Brasil, tem o Elo7, na Alemanha o DaWanda), e encontrei um vendedor que me enviaria 10 colares pelo preço que eu faria apenas um! Eu só precisei colocar os pingentes. Então, vale a pena mesmo procurar o que pode ser comprado, antes de sair fazendo. Pois fazer você mesma não significa necessariamente economizar.

O mesmo se aplica às comidas. Neste caso, além do comprar e fazer você mesmo, tenha em mente a opção delegar ( para mãe, tia, irmã ou sogra, por exemplo) ou chamar as amigas para ajudar. No geral, você vai sempre encontrar quem possa/queira lhe ajudar. Fazer tudo sozinha é stress desnecessário. Aqui, eu sempre delego um bolo ou uns biscoitos para a minha sogra. Na festinha de Alicia deste ano, ela e Christian fizeram quase toda a comida, já que Raphael não queria soltar do peito (o bichinho não tinha nem um mês ainda).

E com relação a pedir emprestado: além de economizar, você ainda está colaborando para ter menos “cacarecos” no mundo. Se você precisa de uns itens e conhece alguém que tem e pode emprestar, então, não tem que pensar muito. A não ser que seja um item fácil de quebrar e difícil de repor.

Então é isso. Antes de começar a fazer coisas, tem que verificar o que pode ser conseguido emprestado,  o que é melhor comprar  e como os outros podem te ajudar.